O Rock in Rio já passou, mas a vontade de brilhar na guitarra só aumenta? Se a grana está curta para entrar em uma escola de música, hoje eu tenho dicas para você dar um verdadeiro show aprendendo a tocar guitarra sozinho. Sim, isso é possível. Vem comigo!

Dica 1 – Coloque a mão na massa desde o início

É a melhor forma de aprender. A dica serve, também, para quem quer ensinar alguém a tocar, ok?

O jeito mais fácil de aprender é tocando músicas. Assim, são criadas associações fortes na memória, além de treinar a mudança de um acorde para o outro.

O truque é escolher canções simples, com apenas dois ou 3 acordes.

Dica 2 – Foco nos acordes

Todas as músicas são feitas de acordes. Se você domina essa parte, pode tocar qualquer música. Dê atenção especial aos acordes, e comece pelos básicos.

Tenha paciência, pois, no início, a falta de coordenação motora atrapalha um pouco. E às vezes fica difícil formar os acordes com uma mão e tocar as cordas com a outra.

Se os dedos tremerem ou fizerem movimentos por conta própria, não desista. Só o tempo e prática vão fazer com que eles obedeçam a você.

Mais um motivo para aprender primeiro os acordes mais simples, e em pequena quantidade. Muita gente desiste logo no começo porque quer ir rápido e tenta os mais difíceis. Controle sua ansiedade!

Dica 3 – Como aprender acordes

Sites de cifras e tablaturas (como o www.cifraclub.com.br) são de grande ajuda para você aprender rapidinho. Basta olhar o desenho do acorde e colocar cada dedo na posição indicada.

Use as pontas dos dedos, colocando-as entre os trastes (aquelas barrinhas de metal no braço da guitarra). Não posicione os dedos em cima dos trastes – um erro, aliás, bastante comum.

Se for destro, use a mão direita para tocar as cordas. Escolha uma das formas abaixo:

  • Com uma palheta, segurando-a entre o polegar e indicador;
  • com seu polegar;
  • com as costas das unhas dos seus dedos, fazendo um movimento de pincelar em direção ao chão.

Dica 4 – Surgiu dificuldade em algum acorde?

Toque apenas algumas notas dele, para evitar que você deixe de aprender a música só por causa de um acorde. Passar para a próxima composição no primeiro obstáculo não é uma boa ideia.

Dica 5 – Seja disciplinado

Para ser um guitarrista autodidata bem-sucedido é preciso treinar sempre. Pratique muito e não desista nunca! Todos passam pelo mesmo caminho, que nem sempre é fácil. Mas confie em você.

Dica 6 – Não se preocupe com a teoria

Deixe a teoria um pouco de lado no começo do aprendizado. Procure assimilar a teoria aos poucos, na medida em que vai ganhando habilidade para tocar acordes mais complexos.

O importante para você que quer aprender a tocar guitarra sozinho é priorizar o nome das cordas; memorizar quais são as notas de cada acorde; perceber por que cada acorde é do jeito que é; e quais as relações entre eles.

Na ausência de um professor, a sua curiosidade terá papel fundamental. Pesquise bastante e faça questionamentos do tipo “O que eu estou tocando?” e “Por que é assim?”. A internet tem muitas respostas.

Dica 7 – Os solos virão com o tempo

Ter ídolos e sonhar fazendo solos como eles é importante para motivar e indicar um caminho, saber aonde chegar. Mas, primeiro, é preciso aprender os acordes. Eles são a base tanto da técnica quanto da teoria.

Acredite, pular etapas não vai fazer de você um virtuoso guitarrista. Lembre-se: a pressa é inimiga da perfeição. Capriche nos estudos, e sucesso!